1. Evitar o sol entre as 12h e 16h

Embora não seja possível evitar completamente o sol, o mais importante é evitar a exposição durante as horas de maior calor, isto é, entre o meio dia e às 16 horas. Neste horário, os raios solares são mais fortes e, por isso, além de existir um risco maior de queimaduras solares, a temperatura do corpo pode aumentar rapidamente e levar à insolação, em que o corpo perde água e sais minerais, podendo levar à desidratação grave.

Durante este horário, mesmo que não se esteja deitado no sol, é essencial passar protetor solar a cada 3 horas, usar chapéu e colocar óculos de sol, além de beber bastante água durante o período.

2. Praticar atividade física

O exercício físico é fundamental para manter seu organismo funcionando corretamente, assim como para eliminar toxinas. Assim, durante o verão é recomendado que a atividade física seja feita no início da manhã ou no fim da tarde, pois o sol não está tão quente e, assim, não há tanta exposição solar. Além disso, sempre que possível é recomendado fazer atividade física em locais com sombra.

3. Usar roupas de algodão e cor clara

O uso de roupas leves de cor clara ajudam a pele a eliminar o excesso de calor do organismo através do suor. Dessa forma, é preferível optar por camisetas leves, shorts e vestidos de verão, por exemplo, além de ser importante evitar roupas mais escuras, já que absorvem mais calor.

Além disso, é aconselhável preferir roupas de material natural, como algodão ou linho, ao invés dos tecidos sintéticos, como poliéster ou lycra, já que deixam a pele respirar mais facilmente, evitando o aumento exagerado da temperatura corporal e, consequentemente, a insolação.

4. Beber pelo menos 2 litros de água

Apesar o consumo de água ser importante todos os dias, independentemente da época do ano, no verão a água é indispensável. Isso porque devido ao calor típico do verão, o corpo perde água mais facilmente, o que pode prejudicar o funcionamento correto do organismo e resultar em desidratação.

Por isso, é importante que seja consumido pelo menos 2 litro de água, água de coco, suco natural ou chás gelados por dia. Além disso, algumas frutas, verduras e legumes, como alface, chuchu, tomate, melão, abacaxi, cenoura e banana, possuem grande quantidade de água, podendo ser incluídos na alimentação do dia a dia.

5. Evitar refeições pesadas

Refeições muito grandes, com alimentos picantes ou com outros ingredientes que não são facilmente digeridos, como os embutidos, por exemplo, tornam o organismo mais lento e provocam um excesso de trabalho pelo estômago, além de também aumentarem o calor, o que pode trazer risco para a saúde.

Dessa forma, deve-se optar por comer refeições mais leves e com alimentos de melhor digestão, como vegetais, frutas e massas, por exemplo.

6. Manter o ambiente arejado

É importante que o ambiente tenha uma boa circulação de ar, evitando que o ambiente fique quente e abafado, sendo assim também possível evitar a insolação e suas consequências para a saúde.

Para manter o ambiente bem ventilado pode-se deixar as janelas abertas ou fazer uso de ventilador ou ar condicionado, no entanto no caso do ar condicionado é importante que a manutenção seja feita de forma regular para evitar o acúmulo de ácaro e poeira e a proliferação de outros microrganismos, o que também pode ser prejudicial para a saúde.

via Tua Saúde