Criar uma rotina de estudos é importante para que seu filho aprenda a estudar em casa. Por isso, trouxemos algumas dicas de como você pode ajudar!

Reserve um local adequado

Reservar um espaço adequado para o estudo é fundamental para que a atividade seja produtiva. Por isso, busque um local que tenha uma mesa e uma boa iluminação, oferecendo conforto para o seu filho. Além disso, é interessante que o ambiente seja tranquilo e sem muitas distrações.

Se possível, evite ambientes improvisados a cada dia, como a sala ou a cozinha, pois esses são lugares movimentados, que podem atrapalhar a criança. Demonstre que os estudos são importantes para a família e que há um espaço da casa especialmente definido para esse momento.

Converse diariamente sobre os aprendizados

Outra forma de melhorar o momento de estudo é conversar diariamente com o seu filho sobre o que ele está aprendendo. Desse modo, você demonstrará que se preocupa com o desenvolvimento dele e contribuirá para a fixação dos conteúdos vistos durante o dia.

Elimine distrações

Aparelhos eletrônicos, como televisão e celular, precisam ser controlados para não serem distrações no momento de estudar. É muito fácil perder a concentração quando outras atividades estão ao alcance, por isso, o conselho é que elas não estejam no mesmo ambiente de estudo.

Por outro lado, o computador e o celular podem ser necessários para pesquisas ou atividades on-line, mas é interessante verificar se abas de redes sociais ou jogos não vão atrapalhar o momento de estudo e a concentração do estudante.

Determine horários

Além do local adequado, também é interessante determinar os horários. Lembre-se de considerar a idade da criança ou do adolescente, sabendo que os menores conseguem se manter concentrados por tempos mais curtos que os mais velhos.

Crie um cronograma que também tenha espaço para momentos diários de lazer e descanso. Converse com seu filho e estabeleçam uma rotina que contemple todas as atividades diárias e não interfira no convívio familiar. Desse modo, o estudo estará programado e não será algo esporádico.

Participe das atividades

O objetivo principal é que a criança consiga estudar sozinha, mas a sua participação no processo pode ser muito benéfica. A família deve ajudar a tirar dúvidas, ensinar a resolver determinada tarefa e, com paciência, deixar que o estudante supere suas dificuldades.

É importante não fazer a atividade no lugar dele. Caso esteja com muita dificuldade, você pode dar dicas ou fazer perguntas que facilitem a resolução do problema. Em outras palavras, trata-se de ensinar a criança a encontrar e aplicar as soluções antes que perca o interesse.

Conte com o auxílio da tecnologia

A internet, em alguns casos, pode ser uma fonte de distração, mas em outros momentos se torna uma grande aliada. Existem inúmeros aplicativos que fornecem ferramentas educacionais eficientes e são uma estratégia interessante para chamar atenção do seu filho e motivá-lo a estudar.

Você pode experimentar diversos métodos e aplicar diferentes ferramentas até encontrar uma que prenda a atenção e aumente a motivação. Existem diferentes recursos que podem tornar esse momento mais atraente e divertido, sem prejudicar o aprendizado e o desenvolvimento.

via https://escoladainteligencia.com.br/