Para acompanhar a manutenção preventiva em condomínios, é preciso elaborar um plano adequado, que preveja todas as medidas de manutenção e as formas de controle. Confira algumas dicas de como elaborar um bom plano de manutenção.

  1. Levantamento do estado das instalações: analise o estado atual dos equipamentos e instalações, bem como quando foram realizadas as últimas manutenções preventivas e corretivas;
  2. Instruções de trabalho: defina o passo a passo a ser seguido para a realização da manutenção preventiva e para a solicitação de correções;
  3. Calendário de manutenção: defina a periodicidade em que serão realizadas as manutenções preventivas;
  4. Banco de dados: crie um histórico de ocorrências para acompanhar o desempenho dos equipamentos e das instalações.

A prevenção é um caminho prático para solucionar os problemas reduzindo as necessidades de intervenções corretivas. Um bom planejamento proporciona informações mais eficientes na manutenção preventiva em condomínio e gera uma economia de recursos físicos e financeiros.

Uma empresa especializada na gestão de manutenção pode ajudar você na gestão do condomínio por meio de calendários de manutenção que emitem avisos de datas importantes. Dessa forma, você terá uma boa estrutura administrativa para atender melhor os moradores.

Fonte: Organize Meu Condomínio