Na hora de escolher um novo imóvel, a dúvida entre condomínio fechado e apartamento é super comum. Veja o que considerar.

Quem vai comprar imóvel para morar, geralmente, se depara com uma dúvida bastante comum: condomínio fechado ou apartamento? É só avaliando os prós e contras de cada modalidade de moradia que se pode chegar a uma conclusão.

Sem dúvida, o estilo de vida e as prioridades de cada pessoa ou família contam muito na hora de decidir sobre se é melhor comprar uma casa em um condomínio fechado ou apartamento num prédio adequado.

Aspectos como segurança, praticidade, opções de lazer e privacidade, além do custo e da presenças dos bichinhos de estimação, devem ser levados em conta. Afinal, não é toda  hora que optamos por morar num condomínio fechado ou apartamento.

Realmente, trata-se de uma decisão complexa. E diante disso, torna-se necessário avaliar bem. E, se possível, envolver toda a família. A aquisição de um imóvel envolve investimentos consideráveis. A consideração de todos os elementos pertinentes vale a pena.

Condomínio fechado ou apartamento: Vantagens e desvantagens de cada um

Vantagens do condomínio fechado

Segurança:

Se a prioridade for segurança, morar em condomínio fechado é a melhor opção. A maioria deles oferece sistema de segurança com câmeras e biometria, portaria 24 horas e rondas diurnas e noturnas. Há também muros altos e cercas eletrificadas.

Lazer:

Em geral, o condomínio fechado dispõe de uma ampla área de lazer. Há piscinas, saunas, quadras poliesportivas, academias, brinquedotecas, salões de festas, espaço para jogos e até cinema. Com tantas opções de lazer, o condomínio proporciona atividades extras pra toda a família, sem precisar sair de casa. É mais prático e econômico.

Vida social:

É bem comum os condomínios promoverem eventos sociais, como festas da família, halloween, carnaval e festa junina, entre outros. Para quem tem filhos, trata-se de uma ótima oportunidade para deixar brincar na rua de forma segura.

Desvantagens do condomínio fechado

Privacidade:

Se a privacidade é um ponto importante para você, fique atento. O condomínio fechado, normalmente dispõe de casas muito próximas umas das outras. Sem muros, a vida de cada família fica mais exposta.

Regras para construção:

M​uitos condomínios fechados têm regimento interno para definir como será a arquitetura das edificações. Há regras para a área privativa que determinam até mesmo as características da sua casa, incluindo a fachada.

Valor do imóvel:

Por serem habitualmente maiores, as casas em condomínio fechado podem ter um valor elevado na hora de você comprar. E quando desejar vender, pode demorar um pouco mais.

Vantagens do apartamento:

Praticidade:

Sem dúvida, é muito mais fácil cuidar de um apartamento do que de uma casa. Você só é responsável pela higienização da parte interna, pois as áreas externas contam com prestadores de serviço para sua limpeza.

Manutenção:

Assim como a limpeza, a obrigação do morador restringe-se apenas aos serviços de manutenção do interior do apartamento. A parte externa é de responsabilidade de equipe especializada, contratada pelo síndico (e rateada entre os moradores).

Localização:

Geralmente, os prédios de apartamentos são localizados em áreas privilegiadas, próximas ao centro da cidade ou a áreas de grande movimentação. Ao seu redor, há uma variedade de comércios e serviços.

Desvantagens do apartamento:

Espaço menor:

O apartamento costuma ser mais compacto. Quem gosta de receber amigos e familiares pode se incomodar com a restrição de espaço

Sons e barulhos:

Os apartamentos podem ser divididos por paredes finas que não isolam suficientemente os sons e os ruídos do vizinho.

O que mais levar em conta antes da decisão?

Importante lembrar e colocar no seu planejamento financeiro que tanto no apartamento, quanto no condomínio fechado é preciso pagar mensalmente a taxa condominial. Quem não paga torna-se um condômino inadimplente e pode ser processado judicialmente.

Tendo em vista algum imóvel do seu interesse, não se esqueça de perguntar o que está estabelecido quanto a ter animais de estimação. Há empreendimentos que restringem o acesso a áreas comuns e também determinam qual tamanho de animal será aceito.

Já as plantas são sempre bem-vindas. E as hortas comunitárias vêm ganhando espaço, permitindo uma alimentação mais saudável.

via https://tudocondo.com.br/