Inverno é a melhor época do ano para começar a realizar a manutenção preventiva tão aguardada no seu condomínio.

É o período do ano em que ocorrem menos chuvas. E todos nós sabemos que um dos maiores inimigos para a construção e reforma é a precipitação de água.

Obras como recuperação de fachadas, impermeabilização de lajes, pintura e manutenção de pisos podem ser concluídas sem maiores problemas nessa época do ano.

Recuperação do jardim, assim como o investimento no paisagismo do condomínio, também pode ser realizada no inverno. Só fique atento para a escolha das mudas de flores e plantas.

Veja agora algumas obras que podem ser realizadas durante o inverno para que não causem transtornos em períodos mais chuvosos do ano.

1- Desentupimento de ralos, canaletas e estruturas

Os ralos ou canaletas para escoamento da água devem ser mantidos limpos e desobstruídos. Em casos de entupimento, setores da área comum do condomínio podem sofrer com alagamentos. Logo, um grande prejuízo para o condomínio, sem falar em possíveis transtornos para o síndico.

Aproveite esse período do ano para observar, também, o ajustamento de peças de estrutura como:

– Armações da janela;

– Pastilhas da fachada;

– Vidros;

– Telhas

– Laje.

Essas são os principais causadores de infiltrações e possíveis geradores de problemas que podem ir desde a corrosão das armaduras até a proliferação de bolor.

2- Prevenção de pragas urbanas

Insetos, aracnídeos e roedores proliferam no verão, durante o período de acasalamento. Por isso, o inverno é uma época muito relevante para a conscientização e revenção dessas pragas entre os moradores.

– Procure manter sempre limpo o jardim e a grama aparada. Isso ajudará a reduzir o número de aranhas.

– Todas as lixeiras devem estar tampadas e os moradores orientados a mantê-la assim.

– Deixe claro para todos os condôminos que na garagem não são permitidos deposito de entulhos. E caso existam, peça para retirar o mais rápido possível.

3- Manutenção da piscina

Com as baixas temperaturas, as piscinas ficam praticamente desertas. Logo, é hora de aproveitar para realizar obras de reparo, troca de revestimento e restauração de pisos e decks.

Observe itens como:

– infiltrações e rachaduras;

– rejuntes e azulejos;

-Vinil da piscina;

– Borda e o piso do entorno.

Por fim, não basta escolher a melhor época do ano. É preciso ficar atento a vários detalhes, como: a escolha do fornecedor, a idoneidade da empresa, comparar orçamentos, a melhor forma de pagamento, negociar prazos, analisar juridicamente o contrato de prestação de serviço e cobrar eficiência, agilidade e qualidade da empresa contratada.

Seguindo esses passos, todas as obras necessárias serão cumpridas dentro do prazo, sem maiores dores de cabeça para o síndico e os moradores.

Fonte: Guilherme de Paula Pires | Redação Viva o Condomínio | https://vivaocondominio.com.br/