• Quando o design da cabine não estiver em harmonia com o projeto atual do edifício
  • Ao identificar que o equipamento apresenta problemas técnicos recorrentes
  • Quando os componentes essenciais para o bom funcionamento do elevador estiverem obsoletos. O alto custo de reposição de peças está diretamente relacionado a esse fator
  • Para adequação a normas técnicas vigentes, legislações municipais, estaduais ou leis específicas de inspeção predial que requerem maior nível de segurança nas instalações.
via condominiosc.com.br