Tire você mesmo as conclusões depois de ler a seguir os deveres atribuídos deste profissional, determinados pelo Código Civil:

• Responsável pela convocação das assembleias ordinária e extraordinária entre os moradores;

• Representar o condomínio, tanto em juízo quanto fora;

• Informar imediatamente os moradores, em assembleia sobre a existência de algum procedimento judicial ou administrativo do condomínio;

• Fazer cumprir o que for estabelecido em convenção, regulamento interno, regras do condomínio e determinações tomadas em assembleia;

• Cuidar da conservação das áreas comuns e administrar as prestações de serviço;

• Realizar o orçamento de receitas e despesas anuais;

• Fazer a cobrança das contribuições de cada morador e aplicar multas quando for o caso;

• Fazer a cobrança de condôminos inadimplentes;

• Apresentar a prestação de contas anualmente em assembleia e quando for solicitado;

• Efetuar o seguro do prédio;

• Contratar fornecedores e zelar pela prestação dos serviços;

• Cuidar da captação, seleção, contratação e treinamento de funcionários;

• Providenciar todas as manutenções preventivas e emergenciais.

Além dos deveres, quando eleito o síndico passa a ser o responsável civil e o responsável criminal pelo condomínio. Ou seja, qualquer problema que acontecer com o condomínio pode resultar na responsabilização do síndico.

Vale lembrar que o síndico é o representante legal dos interesses do condomínio e parte de suas atividades pode ser repassadas a uma administradora contratada.

via tudocondo.com.br